Buscar

79º FESTIVAL DE CINEMA DE VENEZA I Bienal 2022





Por hoje vamos seguir com um estilo mais informativo, a falar de um evento que envolve a Sétima Arte e que movimenta a Itália e o Mundo.


Entre os dias 31 de Agosto e 10 de Setembro, acontece em Veneza, como parte integrante da Bienal 2022, o tradicional, mais antigo e renomado Festival de Cinema, em sua 79º edição e que completa este ano 90 anos desde sua primeira edição.


Este ano foram selecionados para concorrer ao cobiçado Leão de Ouro 23 filmes, dentre eles 5 italianos: “L'immensità”, de Emanuele Crialese, estrelado por Penelope Cruz; “Il signore delle formiche”, de Gianni Amelio com Luigi Lo Cascio, Elio Germano, Leonardo Maltese e Sara Serraiocco; “Bones and all” , de Luca Guadagnino, com Thimothee Chalamet; “Chiara”. de Susanna Nicciarelli e “Monica” , de Andrea Pallaoro e estrelado por Trace Lysette.



Para a noite de abertura, um momento considerado de honra, uma escolha inédita de um filme da Netflix: “White Noise”, de Noah Baunbach, concorrendo também ao Leão de Ouro.


Um dos destaques entre os bastante comentados e aguardados também é da Netflix. Blonde é uma cinebiografia de Marilyn Monroe, com Ana de Armas como a protagonista.


Nesta edição, a organização do evento também decidiu prestar homenagem e se solidarizar com os cineastas sob ataque e os que foram presos neste último ano e ainda se encontram detidos, com o objetivo de conscientizar a imprensa, os governos e organizações humanitárias mundiais sobre a situação dos mesmos, privados de sua liberdade de expressão.


Segue a lista completa dos indicados:

  • "White Noise", de Noah Baumbach (EUA)

  • "Il signore delle formiche", de Gianni Amelio (Itália)

  • "The Whale" ("A baleia", título em português), de Darren Aronofsky (EUA)

  • "L'immensità", de Emanuele Crialese (Itália)

  • "Saint Omer", de Alice Diop (França)

  • "Blonde", de Andrew Dominik (EUA)

  • "Tár", de Todd Field (EUA)

  • "Love Life", de Kôji Fukada (Japão)

  • "Shab, Dakheli, Divar", de Vahid Jalilvand (Irã)

  • "Athena", de Romain Gavras (França)

  • "Bones and All", de Luca Gadagnino (Itália)

  • "The Eternal Daughter", de Joanna Hogg (EUA/Reino Unido)

  • "Bardo", de Alejandro González Iñárritu (México)

  • "The Banshees of Inisherin", de Martin McDonagh (Irlanda/EUA/Reino Unido)

  • "Argentina, 1985", de Santiago Mitre (Argentina)

  • "Chiara", de Susanna Nicchiarelli (Itália)

  • "Monica", de Andrea Pallaoro (Itália)

  • "Kherst Nist" ("Ursos não existem"), de Jafar Panahi (Irã)

  • "All the Beauty and the Bloodshed", de Laura Poitras (EUA)

  • "A couple" ("Um casal"), de Frederick Wiseman (França)

  • "The Son", de Florian Zeller (Reino Unido)

  • "Les miens", de Roschdy Zem (França)

  • "Les enfants des autres", de Rebecca Zlotowski (França)


No canal oficial da Bienal no youtube estarão todas as atualizações sobre o Festival de Cinema de Veneza 2022, concorrentes e premiação.

Curtem cinema?! Acompanhem!




Oggi seguiremo uno stile più informativo, parlando dell’ evento che coinvolge la Settima Arte e che agita l'Italia e il Mondo.


Da domani, 31 agosto, fino al 10 settembre, succederà a Venezia il tradizionale, più antico e rinomato Festival del Cinema, nella 79° edizione, che integra la Biennale 2022 e che quest'anno compie 90 anni dalla sua prima edizione.

Sono stati selezionati 23 film per contendersi l'ambito Leone d'Oro, di cui 5 italiani: “L'immensità”, di Emanuele Crialese, con Penelope Cruz; “Il signore delle formiche”, di Gianni Amelio con Luigi Lo Cascio, Elio Germano, Leonardo Maltese e Sara Serraiocco; “Bones and all”, di Luca Guadagnino, con Thimothee Chalamet; "Chiara". di Susanna Nicciarelli e “Monica” di Andrea Pallaoro e con Trace Lysette.


Per la prima serata, momento considerato d'onore, una scelta inedita di un film Netflix: “White Noise”, di Noah Baunbach, in corsa anche per il Leone d'Oro. Uno dei più discussi e attesi arriva anche da Netflix. Blonde che è un film biografico di Marilyn Monroe, con Ana de Armas come protagonista.


In questa edizione, l'organizzazione dell'evento ha anche deciso di rendere omaggio e solidarietà ai registi attaccati e a coloro che sono stati arrestati lo scorso anno e sono ancora detenuti, con l'obiettivo di sensibilizzare la stampa, i governi e le organizzazioni umanitarie mondiali sulla loro situazione, privati ​​della loro libertà di espressione.


Ecco l'elenco completo dei film candidati al premio:

- "White Noise", de Noah Baumbach (EUA)

- "Il signore delle formiche", de Gianni Amelio (Itália)

- "The Whale" ("A baleia", título em português), de Darren Aronofsky (EUA)

- "L'immensità", de Emanuele Crialese (Itália)

- "Saint Omer", de Alice Diop (França)

- "Blonde", de Andrew Dominik (EUA)

- "Tár", de Todd Field (EUA)

- "Love Life", de Kôji Fukada (Japão)

- "Shab, Dakheli, Divar", de Vahid Jalilvand (Irã)

- "Athena", de Romain Gavras (França)

- "Bones and All", de Luca Gadagnino (Itália)

- "The Eternal Daughter", de Joanna Hogg (EUA/Reino Unido)

- "Bardo", de Alejandro González Iñárritu (México)

- "The Banshees of Inisherin", de Martin McDonagh (Irlanda/EUA/Reino Unido)

- "Argentina, 1985", de Santiago Mitre (Argentina)

- "Chiara", de Susanna Nicchiarelli (Itália)

- "Monica", de Andrea Pallaoro (Itália)

- "Kherst Nist" ("Ursos não existem"), de Jafar Panahi (Irã)

- "All the Beauty and the Bloodshed", de Laura Poitras (EUA)

- "A couple" ("Um casal"), de Frederick Wiseman (França)

- "The Son", de Florian Zeller (Reino Unido)

- "Les miens", de Roschdy Zem (França)

- "Les enfants des autres", de Rebecca Zlotowski (França)


Tutti gli aggiornamenti sull Festival del Cinema di Venezia 2022 saranno disponibili sul canale youtube ufficiale della Biennale. Vi piace cinema?! Segui qui!


31 visualizações0 comentário