OFICINA 'A gestão do patrimônio cultural na cidade contemporânea'

Oficina ministrada pela arquiteta Vanessa Maria Pereira, coordenadora técnica do projeto de Modernização da sede do CIB/SC, contemplado pelo Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura 2019, realizado pelo Governo do estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).
A inscrição está fechada
OFICINA 'A gestão do patrimônio cultural na cidade contemporânea'

04 de ago. de 2020 16:00 – 17:40
Evento Online

INFORMAÇÕES

O objetivo da oficina é trazer para o debate questões que envolvem a preservação do patrimônio cultural no contexto da cidade contemporânea, seus principais desafios e potenciais.

A oficina virtual foi pensada em dois módulos de 40 minutos. 

  • No primeiro módulo, a Arq. Vanessa M. Pereira apresentará alguns conceitos iniciais, e tratará questões para o debate que ocorrerá no segundo módulo.
  • No segundo módulo, os participantes discutirão entre si e com a palestrante sobre os temas propostos.

Será encaminhado material prévio abordando questões polêmicas da preservação do patrimônio cultural no Brasil, veiculadas pela imprensa, para que os participantes da oficina possam formular algumas questões de partida.

Público alvo: gestores e trabalhadores da área do patrimônio cultural; gestores e trabalhadores da área do planejamento urbano ; arquitetos e urbanistas; estudantes de arquitetura e urbanista; público em geral interessado na área.

Temas abordados:

  • Como o patrimônio cultural participa da cidade contemporânea e como encarar sua preservação neste contexto;
  • Qual o papel deste patrimônio nas cidades atuais;
  • Quem são os responsáveis e quais as ferramentas para a gestão do patrimônio cultural;
  • Principais dificuldades e desafios.

Currículo resumido da palestrante:

Arq. Vanessa Maria Pereira – É doutoranda do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal da Bahia, no eixo de conservação e restauro, possui pós-graduação, mestrado, em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade (2008), e graduação em Arquitetura e Urbanismo (2003), ambos pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atuou como professora titular da Faculdade Barddal, professora substituta da Universidade Federal de Santa Catarina, Chefe da Divisão Técnica do IPHAN/SC, chefe do Escritório Técnico do IPHAN em São Francisco do Sul/SC, e arquiteta e urbanista da empresa Occa Projeto e Incorporação, sendo responsável pelo desenvolvimento e coordenação de projetos de arquitetura e restauração, bem como por estudos urbanísticos. Integrou a equipe técnica do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis como Diretora Técnica, Superintendente Adjunta e Superintendente, e Diretora de Preservação do Patrimônio Cultural da Fundação Catarinense de Cultura, onde atuou nas áreas de patrimônio material, imaterial, museus e bibliotecas. Desenvolveu trabalhos como consultora independente contratada pela UNESCO para o Projeto Normas – Bahia para o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (2018-2019). Recentemente atuou como consultora para o desenvolvimento de projeto de normatização para o conjunto tombado da localidade de Trancoso (BA); coordenadora técnica do Projeto de “Conservação, Modernização e Acessibilidade da sede do Círculo Ítalo-brasileiro de SC” em Florianópolis; e coordenadora geral do projeto de pesquisa “A Arquitetura Neocolonial em SC: do erudito ao popular”, estes dois últimos realizados com recursos do Edital Elisabete Anderle de fomento ao patrimônio cultural, edição 2019.

Projeto realizado pelo Governo do estado de Santa Catarina,  por meio da Fundação Catarinense de Cultura  (FCC), com  recursos do Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura/Patrimônio Cultural  – Edição 2019.

COMPARTILHE